Loading...

Minha lista de blogs

terça-feira, 4 de janeiro de 2011


O encontro das amigas Dra. Altanira Ulchoa e Ane Márcia filhas de Humaitá na Posse da Presidente do Brasil.



Brasília (DF) - Sábado, 1º de janeiro de 2011 fui a Esplanada dos Ministérios acompanhar de perto a posse da nossa Presidenta.

Emoção, orgulho de ser brasileira, de ver a história ser feita diante de meus olhos. Pela primeira vez no Brasil uma mulher ocupa o cargo mais alto do país. Comecei o ano otimista, sentindo-me emocionada ao testemunhar meu país pagando uma de suas dívidas seculares ante um segmento da nossa sociedade.

Prestei atenção em cada palavra proferida em seu primeiro discurso. Cada nova sentença me emocionava. Não se tratava mais de PT, esquerda ou direita. Ouvia sim eram novas esperanças traduzidas em palavras coerentes, firmes, de quem realmente se importa. “Sonhar é fazer do impossível possível”. Suas palavras me inspiravam. Percebi o caminho aberto, já não era mais preciso ter nascido na elite, poderíamos ter sido pobres, trabalhadores, e agora com a Dilma, não é mais o gênero dominante que faz de alguém apto a comandar o país, e sim, competência e capacidade técnica. Meu coração estava acelerado, quando chegou o momento em seu discurso em que disse que não seria a única responsável pela continuidade da mudança em nosso país, mas cada “querido e querida brasileiro e brasileira”, homem, mulher, rico, pobre, branco e negro, meus olhos encheram-se de lágrimas.

Me senti ali empossada. Poderei sim olhar nos olhos de minha filha e dizer-lhe a mulher pode, e ir além, poderei dizer-lhe, todo o ser humano, independente de classe, cor, credo, orientação sexual, todos sem exceção PODEM! Foram momentos de muitas emoções.

Para completar a felicidade daquele momento, após a cerimônia de posse, na Praça dos Três Poderes acontecia o show “Cinco ritmos do Brasil”, com as cantoras Fernanda Takai, Zélia Duncan, Martnália, Gaby Amarantos e Elba Ramalho, quando no movimento do Ritmo do carimbó do Pará, do boi do Amazonas, na bela voz de Gaby Amarantos.

De repente estou ali, casualmente na multidão de aproximadamente 15.000 mil pessoas, encontro uma conterrânea, gente da minha gente, a nossa querida Altanira Uchoa. Para mim, uma humaitaense que ama sua terra e não se esquece das riquezas naturais daquele lugar, a festa não poderia ser melhor. Foi um encontro de mulheres de Humaitá na Capital Federal em um momento histórico.

Viemos aqui para mostrar que vamos governar com ela, nós e todas as mulheres dos diversos rincões desse Brasil a fora. Estamos torcendo pela nova Presidenta, agradecendo e pedindo a Deus que a abençoe, dê-lhe força, coragem e sabedoria para comandar esse país de tantas diversidades culturais e de tantos problemas sociais. Mas se depender de nós mulheres, brasileiras, a nossa querida Dilma poderá contar conosco para a realização de cada projeto e juntas, com a força feminina, faremos desse governo o melhor governo de todos os tempos.

Brasilia-DF, 3 de janeiro de 2011.
Por Ane Márcia de Oliveira Lima

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011






















Lula, ao discursar ao povo, improvisou. Falou do orgulho de estar ali com a Dona Marisa num vestido bonito, onde no passado jamais imaginou que poderia estar. Falou que se um ex-operário chegou até aquele palácio, todos os brasileiros deveriam acreditar que também poderiam fazer grandes conquistas. Foi um banho de autoestima. Lula ali era como um espelho para o povo. E foi, literalmente, um banho coletivo no espelho d'água do Congresso.

Sábado, Dilma discursou para o povo e também falou de possibilidades. Como primeira mulher a chegar à Presidência, claro, enviou o recado para as mulheres de que todas nós podemos. Mas não se alongou neste ponto. Leu um discurso mais técnico, indicando prioridades, reafirmando compromissos. Emocionou-se e fez muita gente se emocionar, mas não foi a catarse de antes.

Vi muitas mulheres chorando pela conquista de uma de nós. Me emocionei como elas. Alguns homens podem não entender muito bem essa história, mas pra nós faz muito sentido. Lá de cima me lembrei de quando eu tinha 9 anos.

Numa escola de freiras, uma professora ditou pra que as meninas anotassem no caderno a diferença entre os sexos. Homens: inteligência e força. Mulheres: sensibilidade e delicadeza. Naquele dia voltei pra casa inconformada.

Sábado, ao ver Dilma subir a rampa, me lembrei daquela aula absurda proferida por uma professora rendida à crença daquele tempo. E nem faz tanto tempo assim - menos de 30 anos.

E foi por isso que me emocionei com as mulheres na Praça dos Três Poderes. Mas não vi a catarse de 2003 e fiquei feliz por isso. Em oito anos o Brasil amadureceu. O banho de autoestima do Lula foi necessário. As políticas sociais também.

Mas acho que um número cada vez maior de pessoas já está entendendo que precisamos avançar. Lula falou em garantir a comida para quem ainda não tinha três refeições por dia. Dilma falou em oportunidades para que os pais possam dar aos filhos um futuro melhor.

Que venha esse futuro... Que venha o banho de Dilma. Nós mulheres comemoramos a conquista, mas também sabemos que governar bem não é uma questão de gênero, mas, sim, uma questão de ética e compromisso. Até por que, além de força e inteligência, temos sensibilidade.

domingo, 2 de janeiro de 2011

FELIZ ANO NOVO




















ɷ(FELIZ ANO NOVO QUE....ړ)ɷ

Em janeiro, seja muito feliz..

Em fevereiro, tenha muita paz..

Em março, sinta de Deus o amor...

Em abril, viva em união...

Em maio, sorria para a vida...

Em junho, dê a todos o perdão...

Em julho, busque mais a Deus...

Em agosto, distribua felicidade...

Em setembro, faça muitas amizades...

Em outubro, seja compassiva...

Em novembro, seja mais consciente...

Em dezembro, tenha boas recordações...

Resumindo, um novo ano tá surgindo... Novas conquistas também...

Que aconteça tudo de bom na sua vida...

Desejo a você: 365 dias de felicidade; 52 semanas de saúde e prosperidade; 12 meses de amor e carinho; 8760 horas de paz e harmonia;Que neste novo ano você tenha 2011 motivos para sorrir...


FELIZ 2011!!!